Tags

Eu já tentei ser teu flerte, tua amiga, teu tormento. Teu compromisso, teu desprendimento. Eu já tentei te amar, me moldar; já tentei falar e tentei me calar. Eu tentei te prender, depois tentei eu mesma fugir. Primeiro tua melhor companhia, depois teu próprio inferno pessoal.

Eu tentei te afastar, te deixar passar.

E agora eu não quero mais tentar.
Dessa vez eu acho que só queria entender.

Não posso te perguntar porque você não sai da minha cabeça. Você não sabe, não é aqui que você quer morar. Não posso te pedir explicações por você permanecer na minha vida, porque você não faz nada para aqui ficar.

Não tem muito o que fazer. Me resta caminhar e parar de pensar.

Anúncios